Chairlift – Crying in Public

Confesso que quando vi os Chairlift em palco no final de Novembro de 2015, poucas horas depois de ter estado à conversa com a banda e de saber de antemão que o concerto que iriam apresentar no Coliseu ia-se basear maioritariamente no novo álbum, fiquei com algum receio. É sabido que, de uma forma geral, a resistência à mudança é algo intrínseco à maioria de nós. Chamem-lhe natureza humana se quiserem. O concerto veio, de certa forma, confirmar esses receios. Do lado do público alguma apatia face ao desconhecimento das canções e à grande mudança operada na sonoridade do duo de Broklyn, da parte da banda uma natural e expectável falta de rodagem das novas canções. O som de “Moth” é mais eclético. A pop continua a ser a matriz e voz (magnífica!) de Caroline Polachek a cola que mantém tudo coeso, mas há uma electrónica mais experimental estrategicamente colocada e até espaço para algum jazz pelo meio (em palco contaram inclusivamente com um guitarrista de jazz a acompanhá-los). Porém, agora que o álbum já foi lançado e já tive oportunidade de o escutar (e os Charilift de amadurecer um pouco mais as canções em palco, com certeza), a minha opinião deu quase uma volta de 180º. Há canções aqui, senhoras e senhores. Acreditem! Canções para trautear. Canções para dançar. Canções para fechar os olhos e dexarmo-nos levar. Também há algumas que facilmente saltamos, é certo, mas se tivermos em conta que este é um álbum em que a banda assume um risco de fazer algo diferente, de querer crescer numa direcção, então é fácil concluir que há aqui muito mérito no resultado afinal. Fica «Crying in Public», que inicialmente até parece uma canção de amor piegas, mas quando começamos a encaixar cada uma das palavras, a sinceridade com que são cantadas vem ao de cima e não conseguimos deixar de nos sentir indiferentes ou não se referissem à experiência pela qual Polachek passou ao se apaixonar pela pessoa com que veio a casar. E a verdade é que não me importava nada de os rever ao vivo novamente. De certeza que ia ser diferente.

“Sorry I’m crying in public this way / I’m falling for you, I’m falling for you / I’m sorry I’m causing a scene on the train / I’m falling for you, I’m falling for you

Love will be the bridge / Over the sand / Love will be the key / From hand to hand”

chairlifted.com
genius.com/Chairlift-crying-in-public-lyrics