Radiohead – A Moon Shaped Pool

Radiohead - A Moon Shaped Pool

Gosto dos Radiohead. Não os adoro. Esse estatuto de reverência reservo-o para outros nomes que não vem ao caso aqui. Mas respeito muito estes rapazes. Em primeiro porque não se repetem, o que é realmente admirável nos tempos que correm e algo que gosto particularmente numa banda. São senhores dos seus narizes. Verdade seja dita que têm tudo para o ser mas também não é menos verdade que poderiam optar por outros caminhos ou abordagens tidos por muitos como mais fáceis.

Tal como meio mundo, estou a começar a ouvir o “A Moon Shaped Pool”. A opinião não está por isso ainda formada mas desde logo que salta à vista a urgência do álbum. Há uma paranóia palpável e latente nestas canções. Talvez por esse motivo o álbum soe mais orgânico; há menos elementos electrónicos. Talvez reflexo de uma necessidade de contrarir eses sentimentos. Talvez uma forma de dizer que o caminho que estamos a seguir como sociedade não nos vai levar a nenhum sítio bom e que é urgente dar alguns passos atrás e seguir noutra direcção antes que seja tarde de mais.

Não é imediato. Está repleto de pequenas subtilezas e detalhes que se descobrem audição após audição. Agora vou continuar a descobri-lo e a conhecê-lo…